NÃO É NECESSÁRIO RESERVA | FECHADO COM PREVISÃO DE CHUVA | IMPORTANTE! LIGAR PARA (11) 2908-0125 NO DIA DA VISITA PARA CONFIRMAR ABERTURA
//8 dicas para fotografar borboletas em meio à natureza

8 dicas para fotografar borboletas em meio à natureza

As borboletas são pequenas criaturas muito sensíveis e difíceis de fotografar. Dessa forma: chegue perto demais e elas voarão com pressa. Ou ainda, mesmo quando você chega perto, eles estão constantemente se movendo de flor em flor, reunindo seu prêmio mais precioso: o doce néctar. Tudo isso torna difícil fotografar borboletas, mas aqui estão 8 dicas para lidar com alguns desses problemas:

1. Use um tripé, mas mantenha a cabeça solta

Borboletas se movem rapidamente de flor para flor, então você não terá tempo de trancar seu tripé. Mas, você ainda pode usá-lo para alguma estabilidade, mantendo a cabeça solta (para que você possa mover rapidamente a câmera).

2. Espere por um tempo mais frio

As borboletas precisam do calor do sol para usar suas asas, então elas gostam de relaxar quando está frio (de manhã cedo ou no final da tarde). Com um clima mais frio, você poderá abordá-los com mais facilidade.

3. Posicione o sensor da câmera de modo que fique paralelo às asas da borboleta

Você só tem um plano geométrico de total nitidez, então você quer colocar o máximo possível de seu objeto neste plano. Com as borboletas, você quer que o corpo e as asas sejam bem definidos, portanto, verifique se o sensor da câmera está paralelo a eles.

4. Espere até que a borboleta esteja na frente do sol

A iluminação lateral geralmente resulta em uma sombra áspera nas asas da borboleta, e a iluminação de fundo é sempre difícil devido às chamas. Então, espere até que a borboleta se mova para uma posição onde ela esteja iluminada pelo sol.

5. Use um obturador rápido

Quando você for fotografar borboletas, três coisas estarão quase sempre em movimento: a câmera, a borboleta e a flor em que ela está empoleirada. Com o fim de congelar a ação e aumentar suas chances de obter uma foto nítida, use um obturador rápido aumentando seu ISO para 400.

6. Fotografe no modo JPEG (às vezes)

Se você está tendo dificuldades com o vento e uma borboleta em constante movimento, considere filmar em JPEG em vez de RAW. Isso permitirá que você tire muito mais fotos em uma explosão, aumentando suas chances de conseguir uma foto nítida (quando tudo ficou parado por um microssegundo).

7. Espere por borboletas para fotografar, não as persiga!

Se as borboletas parecerem mais sensíveis quando você estiver tentando abordá-las, tente apenas esperar pacientemente em uma flor. Embora as borboletas geralmente fiquem com medo se você se aproximar delas, elas geralmente pousam em flores ao seu lado se você já estiver sentado lá. Seja paciente: pode ser de 15 a 20 minutos antes de uma borboleta aparecer.

8. Tenha cuidado para não lançar uma sombra sobre a borboleta

Borboletas adoram o sol, então se você lançar uma sombra sobre elas, elas normalmente voarão para longe. Lembre-se disso quando estiver se aproximando deles.

Sobre o autor: Steve Berardi é um naturalista, fotógrafo e cientista da computação. Geralmente você pode encontrá-lo caminhando nas belas montanhas e desertos do sul da Califórnia. Leia mais de seus artigos sobre fotografia de natureza no PhotoNaturalist e confira seu novo eBook, Digital Wildflower Photography.

Fonte: https://digital-photography-school.com/8-tips-for-photographing-butterflies/

2018-11-22T11:23:52+00:00